Arrebatamento da Igreja - CMM - Juiz de Fora

Ministérios Alternativos - Missionário Jejuador


Então Jesus foi ao deserto pelo Espírito Santo
e jejuou 40 dias e 40 noites

Você está sendo desafiado a fazer uma vez por semana pelo menos uma das formas de jejum pelas razões seguintes:
A) Jejum de uma hora, qualquer dia, isto é, mude simplesmente a rotina do seu café/almoço ou jantar para a hora imediata à costumeira (se o faz às 07:00, faça-o às 08:00) e neste período aplique-se à oração e ao jejum.

B) Jejum de meio-dia (12 horas). Estabeleça você o período.

C) Jejum de uma espécie de prato (exemplo: faça abstinência da carne por um ou mais dias, ou do suco, etc.)

D) Se estiver treinado no jejum, faça-o de um dia (24 horas); tudo conforme o Espírito Santo ensinar, no nome de Jesus Cristo, dando graças a Deus conforme a Escritura (Cl 3:17).

As razões porque te desafiamos ao jejum são:


1) O Planeta Terra tem 143.000.000 Km2 que precisam ser cobertos com o Evangelho de Cristo.
2) Peça a Deus para abrir o entendimento da Igreja para compreender as Escrituras.
3) A tarefa inacabada da Igreja, a evangelização do mundo, só pode ser levada a efeito com jejuns, orações, intercessões, clamor, lágrimas e ações de graças.
4) Peça ao Espírito Santo renovação, despertamento, avivamento.
5) Jejue para que satanás seja deposto dos meios de comunicação e para que o Espírito Santo introduza servos cheios de virtude de Deus para proclamar na mídia o Verdadeiro e Genuíno Evangelho.
6) Jejue pela unidade da Igreja (espiritual, operacional, financeira) no uso da mídia no mundo.
7) Pelos 7 bilhões de habitantes (7.000.000.000), 284 Nações Políticas e 24 .000 Povos Étnicos.

Como um Missionário jejuador pode cooperar com a Obra Missionária Mundial?

1. Praticando sistematicamente o jejum e a oração.
2. Compartilhando mensagens e resultados da vida do jejum/oração.
3. Organizando grupos/células de jejuadores/intercessores.
4. Rompendo as muralhas/barreiras que separam os povos não alcançados pelo jejum/oração.
5. Corroborando com os Missionários que estão no campo através do jejum/oração.
6. Promulgando campanhas de jejuns e intercessões.
7. Jejuando pela unidade da Igreja.
8. Jejuando em favor dos povos não alcançados.
9. Jejuando pelo aprofundamento da vida espiritual da Igreja.
10. Seguindo o encargo de jejum atribuído pelo Espírito Santo

Se você quiser ser um Missionário Intercessor, comunique-se conosco NOTA: NÃO PRECISA SAIR DE SUA CONGREGAÇÃO). – CMM – Caixa Postal 1.046 – Rua: Marechal Deodoro 470 – Centro – CEP 36.001-970 - Juiz de Fora – MG – Brasil / (0XX) 32 3061-3951.

Jejue, interceda e ore pelo esgotamento da Tarefa Mundial de Evangelização.
Realidade Evangelística Mateus 24:14, sobre a Evangelização Mundial e o Arrebatamento da Igreja - Veja em Quem Somos
Estamos implantando várias Cooperativas Missionárias com o propósito de enviarmos e/ou ajudarmos Missionários aos povos não alcançados no Brasil e exterior. Se você deseja participar, de um Ministério Alternativo. Fale Conosco

Adquira mensagens sobre o Arrebatamento da Igreja e para a Posse do Anticristo, Hora Nona de Oração – Rede Mundial de Intercessão, A Descida do Espírito Santo, Reflexões sobre a Palavra de Deus -Adquira Nossos Produtos

Realizamos Conferências Missionárias / Escatológicas, Guerra Espiritual Convide-nosGostaríamos de estabelecer aliança espiritual com Líderes e/ou Igrejas Cristã Evangélicas engajadas decisivamente na Tarefa Mundial de Evangelização, com o propósito de acabá-la em nome de Jesus Cristo (Mt 24:14) (Jr 1:12b). Fale Conosco Veja em Convide-nos

Agradecemos a Deus por sua acolhida, e se você foi movido/a pelo Espírito Santo e deseja contribuir com o Ministério da Comunidade Missionária Mundial – C M M, Veja: Divulgue, Colabore, Patrocine a Obra de Deus

Que o Senhor Jesus te prospere (Lc 6:38 a) (Fp 4:17)
Este Boletim de Evangelização Mundial – Ministério Alternativo: Missionário Intercessor é uma publicação da Comunidade Missionária Mundial – Realidade Evangelística Mateus 24:14, com o propósito de informar / Exortar / despertar e ver a Igreja mobilizada na tarefa da Intercessão Bíblica. Reproduza-o e passe a outros cristãos.


Jesus Cristo é nossa Bandeira Jeová-Nissi.

Jejue! Ore! Contribua!
Realize a Obra Missionária em nome de Jesus Cristo!
“ Que o Senhor seja com o vosso espírito.” ( 2Tm 4:22 )
Shalon!
Maranata!

 

Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo.
E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome.
Chegando, então, o tentador, disse-lhe: Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães
Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.
Então o Diabo o levou à cidade santa, colocou-o sobre o pináculo do templo,
E disse-lhe: Se tu és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos dará ordens a teu respeito; e: eles te susterão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra.
Replicou-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.
Novamente o Diabo o levou a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles;
E disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares.
Então ordenou-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.
Então o Diabo o deixou; e eis que vieram os anjos e o serviram.” (Mt 4:1-11)


O que é jejum?
Jejum é uma tarefa. Não é parte de uma tarefa.
Jesus Cristo bem mostrou a importância do jejum no início de Seu Ministério, conforme o texto acima. Foi Sua primeira e profunda tarefa, após ser ungido com o Espírito Santo.
Qual o propósito do jejum realizado por Jesus, uma vez que Ele foi batizado na água e pelo Espírito Santo? (Mt 3:16,17)

O propósito do jejum de Jesus era para que ele como Filho do Homem, se humilhasse diante de Deus, se esvaziasse totalmente de si, e, então, dependesse plenamente do poder de Deus Pai, em total submissão ao Espírito Santo.

No relato de (Mt 4:1-11) verificamos que Jesus triunfou cabalmente sobre satanás a partir do ponto de vista Escriturístico e na consolação do Espírito Santo, atitudes que glorificavam e exaltavam ao Pai, estando vazio de si mesmo (Fp 2:8).

Quando oramos em nome de Jesus Cristo entramos no Santo dos Santos pelo Sangue do Cordeiro Puro (Hb 10:19-21).
Quando jejuamos estamos nos humilhando diante de Deus, esvaziando-nos de nós mesmos; é uma postura de lamento; é um clamor profundo, revela total dependência de Deus e renúncia de nós mesmos.

Jesus Cristo disse que quem não renuncia-se a si mesmo e toma sobre si a sua cruz não pode seguí-Lo (Mt 16:24), nem tão pouco ser Seu disípulo (Lc 14:27,33). E, uma das maneiras de renunciarmos a nós mesmos é pelo jejum. E quanto mais vazios de nós estivermos, mais lugar há em nós para o Espírito Santo. Para um homem ser cheio do Espírito Santo ele precisa estar vazio de si mesmo, isto é, totalmente quebrantado.

Qual a razão do jejum? Paulo, inspirado por Deus responde: “... não militamos segundo a carne – Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus, para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo – e estamos prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência.” (2Co 10:3-6)

O jejum é uma arma tremenda, poderosíssima à disposição dos crentes em Jesus, mas que infelizmente a Igreja tem negligenciado o manejo desta arma, por omitir esta fabulosa doutrina tão bem posta na Bíblia. Este fabuloso princípio produz vida vitoriosa. JEJUE!

Abraão jejuou, Isaque jejuou, Jacó jejuou, o povo de Israel jejuou, Moisés, Josué, Arão, os Juízes, os Profetas, Os Sacerdotes, os Reis, os Generais, até os ímpios jejuaram e foram atendidos em sua humilhação diante de Deus, Nabucodonosor, Dario, os ninivitas, João Batista e seus discípulos jejuaram, Jesus Cristo e os Apóstolos jejuaram, o Apóstolo Paulo jejuou, João em Patmos jejuou. Agora, perguntamos: por quê a Igreja hodierna não tem jejuado rotineiramente? É hora de mudarmos com definição e determinação nossa postura espiritual em relação à vida de jejum (Ef 4:16,17) (Dn 9:3).

Temos que tomar esta importante decisão, a de jejuar. Jesus Cristo derrotou satanás por causa da Unção plena do Espírito Santo e de Sua definida decisão de obedecer à Palavra de Deus. Tome agora a decisão de obedecer. Você deve estar pensando que está sendo desafiado a jejuar por 40 dias como fez Moisés no Sinai, Elias no Monte Horebe (1Rs 19:7,8) e Jesus no deserto (Mt 4:1-11). Não! Saiba que antes de tudo, o jejum diante de Deus é uma postura de adoração e de humilhação, e o seu valor não está no número de vezes que jejuamos, como queriam os Fariseus (Lc 18:21), nem tão pouco é uma prática que nos dá direito de exigir algo de Deus como pretendiam os judeus (Is 58:1-8). É uma adoração em Espírito e em Verdade (Lc 2:36-3).

O jejum deve ser sob os auspícios do Espírito Santo: “Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto...”, donde concluímos que: ‘Então foi conduzido (eu, você, nós, a Igreja) pelo Espírito ao deserto...’ (Mt 4:1) (Os 2:14).

E então, segundo aquilo que suportamos, na medida da fé, conforme o volume da obra a realizar, de acordo com as circunstâncias espirituais, somos levados a jejuar total ou parcialmente, isto é, uma hora, duas horas, meio-dia, um dia, dois dias, três dias, sete, etc.
O jejum pode ser total (de sólido e de líquido), pode ser parcial (de sólido ou de líquido), pode ser de apenas uma refeição (café, almoço, jantar, lanche). O jejum deve ter início, um propósito, isto é, um voto (motivo) e uma hora de entrega (encerramento).

Durante o período de jejum, o crente deve aplicar-se à total consagração, com leitura/meditação profunda na Palavra, clamor, orações com lágrimas e súplicas, deve desfruir da mais íntima comunhão com o Espírito Santo, glorificando e dando graças à Trindade Santa.

Jesus Cristo afirmou que existem castas de demônios que só podem ser removidas pela oração e pelo jejum (Mt 17:21). Orientado pelo Espírito Santo, o Ministério Comunidade Missionária Mundial – C M M, através da Realidade Evangelística Mateus 24:14, está te exortando em amor a tornar-se um Missionário Jejuador para derrotar as castas de demônios territoriais que têm feito oposição à Evangelização do Planeta Terra (etnias).



Seja um instrumento Vivo do Espírito Santo na preparação da Igreja de Jesus Cristo para o Arrebatamento. Sede firmes e constantes, sempre abundantes na Obra do Senhor, porque o vosso trabalho não é vão no Senhor e ele traz consigo a recompensa (Ap 22:12) (1Co 15:58)

Visite a Comunidade Missionária Mundial. Instrumento vivo de Deus nas mãos do Espírito Santo para preparar a Igreja de Jesus para o Dia do Arrebatamento.
Rua: Sergipe nº 10 – Bairro: Manoel Honório – Juiz de Fora – MG – Brasil
Cultos: 3ª / 5ª feiras 19:30 hs e Domingos 09:00 hs e 19:30 hs

Voltar ao topo

Editorial

Projetos

Ouça a Rádio!

Bíblia On-line

Multimídia

Links amigos

Nossos produtos

 
Desenvolvido por R20