Arrebatamento da Igreja - CMM - Juiz de Fora

Jesus Cristo é o Melhor

Olá queridos amigos, que a plenitude de Graça sobre Graça vos inunde com o desfrute da Vida Indestrutível, e Indissolúvel de Deus.

Dou graças a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, orando sempre por vós, desejando-lhes o melhor.

E o que é o melhor para se desejar a alguém uma vez que o Planeta Terra está no limite?

Um real e iminente desastre ameaça todos os moradores da terra, fato que não se pode ignorar. Agressões desencadeiam-se em todos os lugares, em todos os sentidos; e, o planeta está à beira do abismo gemendo como se estivesse com dores de parto (Rm 8:22).

Os cientistas, os governantes, as ONGs, os religiosos, os teólogos, os ambientalistas, e muitos outros chamam e reclamam a todo pulmão para alertar a humanidade para o perigo do desastre real e imediato que englobará todos, quanto à sobrevivência na terra.

Uma perspectiva sombria, alarmante e incômoda açoita a totalidade da vida humana, animal e vegetal. É espantoso como os homens usam a ciência, ou a falsamente chamada ciência para alarmar e aterrorizar os homens acerca do futuro da humanidade.

Não obstante os desvarios e as contradições dos cientistas em algumas questões, todavia eles parecem se alinharem no que diz respeito às armadilhas produzidas pelos homens conta si mesmo, que estão levando o Planeta Terra à exaustão dos recursos vitais como a água, o oxigênio, o hidrogênio, as florestas, com a destruição da biosfera pelos buracos de ozônio, os incontáveis efeitos do aquecimento global.

Com respeito às questões ambientais ainda que tardiamente muitas vezes tem se levantado como profetas desse ambiente apocalíptico.

Por quê tardiamente? Porque a multiplicação da ciência e da tecnologia e a aceleração do desenvolvimento tornaram-se um veículo desgovernado e sem freios, que coloca em risco iminente toda a civilização da terra.

É interessante observar como a criatura excluiu e alijou completamente o Criador de todo o manejo da criação. Está escrito:

Diz o insensato no seu coração: Não há Deus. (Sl 14:1 a)

O homem lida com o Universo como se o Universo surgisse de si mesmo, comporta-se por si mesmo e se auto sustenta. Por isso a corrupção e a decadência são mortais. Está escrito:

Corrompem-se e praticam abominação; já não há quem faça o bem. (Sl 14:1 b)

É estranha e repulsiva a maneira como a humanidade lida com o Planeta Terra sem observar o menor princípio estabelecido pelo Deus Criador dos céus e da terra (Gn 1:1).

Tudo o que toca à sensibilidade humana quanto ao futuro do Planeta Terra são os ensaios científicos e filosóficos acerca do comprometimento global – poluição, perda de biodiversidade, efeitos estufa, aquecimento global, migração desordenada de animais, chuvas ácidas, desmatamentos, contaminação de reservas hídricas, a concentração de gás carbônico na atmosfera, o alarmante consumo de energia, crescimento demográfico, guerras, os movimentos de masas humanas, etc.

A humanidade vive a síndrome do extermínio não pelo fato da natureza não ter poder para prestar seus serviços ao homem, mas porque o homem violou quase todas as regras de relacionamento estabelecidas por Deus e fez do Planeta terra uma bomba relógio.

O homem foi o último elemento a ser criado por Deus no 6° dia da criação e quando o Senhor criou o homem todas as coisas imprescindíveis para o viver e o desfrute humano estavam totalmente criadas e o homem então foi criado como mordomo, como zelador, como cultivador e guardador da terra (Gn 1:26-31) (Gn 2:7-17).

Mas com o advento do pecado, com a queda de Adão a terra passou a produzir espinhos, cardos e abrolhos, a terra tornou-se maldita (Gn 3:6,17,18).

O fim da terra é o fogo (2Pe 3:10).

Desde o pecado que a relação entre o homem e a natureza ficaram conturbadas ao ponto de Deus ter intentado destruir a terra com o dilúvio (Gn 7) e depois ter julgado parcialmente vários povos e regiões como o Egito, a Babilônia, Sodoma, Gomorra, Tiro, Pompéia, etc.

As previsões futuristas, elas não só aumentam de intensidade, quanto em grau certo nos prognósticos das catástrofes.

A humanidade não lida com a realidade do fato de que a terra é maldita e está destinada para o fogo e a destruição. Está escrito:

Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. (Mt 24:35)

Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas. (2Pe 3:10)

Não obstante estas verdades é obrigação de cada homem cuidar do barco antes que ele afunde.

Parece uma expressão pessimista a minha, mas ela é realista, pois os próprios cientistas afirmam que atualmente a produção tecnológico-científica quadruplica-se a cada ano gerando absurdas tensões e incertezas quanto à dinâmica das tecnologias e o produto final.

A ciência é tão veloz que não permite que ninguém possua nada moderno, a cada segundo tudo se torna ultrapassado, velho e obsoleto; e, o homem está sempre em busca do novo e moderno.

A pulsação da terra não suporta tamanha aceleração, o colapso com a falência múltipla de órgãos é iminente e inevitável. O que fazer?

No início eu disse que estava orando por você e desejando-lhe o melhor, mas diante de tão estranha exposição como lhe propor o melhor?

Jesus Cristo é o melhor antes de você recebê-Lo e ter o desfrute da Vida Indestrutível e Indissolúvel de Deus eu preciso te dizer que uma grande tribulação e uma agonia sem precedentes varrerá toda a face da terra, como nunca houve, desde o princípio do mundo (Mt 24:21), mas após a calamidade e a angústia virá a restauração e manifestação da Glória de Deus. Está escrito:

Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós.

A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus.

Pois a criação está sujeita à vaidade, não voluntariamente, mas por causa daquele que a sujeitou,

na esperança de que a própria criação será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.

Porque sabemos que toda a criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora.

E não somente ela, mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo. (Rm 8:18-23)

Os teólogos, os ambientalistas, os governos, as ONGs, os religiosos, os especialistas em ecossistemas e tantos outros lutam para preservar a terra, mas por causa do pecado e da íntima relação dos homens com satanás, a humanidade e toda a natureza será julgada e duramente tratada por Deus e ninguém poderá escapar da grande tribulação que virá para provar todos os moradores da terra. A ciência lida só com os problemas ambientais e não focaliza o homem como instrumento de degradação e destruição.

No livro do Apocalipse temos a revelação dos juízos catastróficos de Deus que será derramado sobre toda a terra por causa da loucura dos homens. Escapa-te por tua alma!

Observe a síntese dos futuros e iminentes eventos que acontecerão no Planeta Terra: Em nosso próximo encontro estaremos fazendo uma abordagem suscinta, em alguns módulos, sobre os pensamentos e os caminhos de Deus prescritos no Livro do apocalipse através dos quais você poderá avaliar os futuros e iminentes eventos que atingirão todo o Planeta Terra. Até breve e que O Melhor possa inundar o seu coração: Jesus Cristo.

Seja um instrumento Vivo do Espírito Santo na preparação da Igreja de Jesus Cristo para o Arrebatamento. Sede firmes e constantes, sempre abundantes na Obra do Senhor, porque o vosso trabalho não é vão no Senhor e ele traz consigo a recompensa (Ap 22:12) (1Co 15:58)

Faça sua doação!

Visite a Comunidade Missionária Mundial. Instrumento vivo de Deus nas mãos do Espírito Santo para preparar a Igreja de Jesus para o Dia do Arrebatamento.
Rua: Sergipe nº 10 – Bairro: Manoel Honório – Juiz de Fora – MG – Brasil
Cultos: 3ª / 5ª feiras 19:30 hs e Domingos 09:00 hs e 19:30 hs

Voltar ao topo

Editorial

Projetos

Ouça a Rádio!

Bíblia On-line

Multimídia

Links amigos

Nossos produtos

 
Desenvolvido por R20